Indo Mais a Fundo: o que aprendemos com o ano passado?

Que ano, hein? Meu palpite é que quando as aulas começaram em 2020, você não imaginava que haveria uma pandemia, que escolas seriam fechadas, que os processos de ensino e aprendizagem seriam modificados, e que distribuição de alimentos para os necessitados em sua comunidade seria necessária. Embora nós possamos ter sido surpreendidos pelos eventos do ano passado, sabemos que nosso Senhor não foi. Ele é quem nos chamou e nos indicou para cuidar de nossos alunos e comunidades em “um momento como este”.

Agora que o ano letivo (para muitos) está terminando, temos a oportunidade de refletir sobre o que aprendemos nos últimos meses. Mudanças súbitas e traumáticas podem revelar pensamentos, atitudes e comportamentos que a princí­pio residem sob a superfí­cie de nosso consciente. Num primeiro momento, é normal simplesmente reagirmos à situação, fazendo o que podemos para sobreviver, mas uma vez que a situação se estabiliza, serí­amos tolos em não parar e refletir sobre essas coisas. De muitas maneiras, essa revelação é uma dádiva, que nos oferece uma rara oportunidade de examinar conscientemente as coisas nas quais normalmente nem consideramos pensar.

Conforme você processa os eventos do ano passado, considere refletir sobre as perguntas abaixo:

  1. O que há para celebrar? Deparamo-nos com tantas coisas difí­ceis ao mesmo tempo que é fácil perder de vista que, mesmo em meio às provações, algumas coisas lindas vieram à tona. O que você, os seus alunos e a sua escola fizeram bem durante esse tempo? O que te trouxe pelo menos um pouco de alegria? Que padrões positivos ou novas maneiras de pensar, sentir, ou fazer, surgiram?
  2. Que evidência você tem da obra de transformação que o Deus está realizando em seu coração, vida e ensino com isso tudo? Podemos ter sido apanhados em um ciclo de reação e sobrevivência, mas Deus não. Sabemos que “aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus” (Fp 1:6), e que “os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa mais do que todos eles” (2Co 4:17). Então, o que Ele tem feito no seu coração durante os desafios que você enfrentou durante este tempo? Onde você pode ver a mão Dele trabalhando na sua vida?
  3. Como o que você aprendeu — pessoal e profissionalmente — vai influenciar a maneira como você ensina no futuro? Existem elementos do ensino à distância que funcionaram tão bem que você deseja manter ou adaptar para quando as coisas voltarem ao normal? E sobre as maneiras como você se comunicava com famí­lias e alunos? Como este ano pode estimular seu pensamento sobre outros tipos de interrupções que as escolas possam vir a enfrentar, como protestos polí­ticos ou algum desastre natural?
  4. Que áreas de fraqueza ficaram evidentes durante esse tempo? Como você lidará com isso de forma proativa no futuro? Embora eu certamente espere não enfrentar outra pandemia global ou outra interrupção dessa magnitude, não há garantia de que não o faremos. E é quase certo que enfrentaremos outras dificuldades ou interrupções inesperadas. Então, o que podemos fazer agora para nos ajudar a nos preparar para a próxima vez — seja lá qual for a próxima vez? Com quem compartilharemos isso para nos ajudar a nos comprometermos?

Alegremo-nos juntos por termos sobrevivido a mais um ano escolar. Deixe-nos sofrer as perdas que precisamos sofrer. Mas não fiquemos aí­. Vamos dar o próximo passo e convidar o Espí­rito Santo a nos mostrar onde Ele estava — e ainda está — trabalhando em nossas vidas, em nossas salas de aula, em nossas escolas e em nossas comunidades. Que possamos olhar para trás, não apenas como uma época de pandemia global, desafios e perdas, mas também como uma época de grande aprendizado e profunda transformação.



Becky Hunsberger, M.Ed.
Coordenador do Serviço de Formação de Professores
TeachBeyond Global

Tradução: Raphael A. Haeuser

Foto por Kelly Sikkema on Unsplash

Para um Momento Como Este (COVID-19):

Em função do atual momento em que vivemos, com medos e incertezas em relação ao COVID-19, o TeachBeyond Brasil criou este espaço de leituras para encorajamento da fé e como ponto de esperança para sociedade.

Posts recentes:

40 Dias de Oração

O Impacto de uma Relação Professor-Aluno Saudável

/
O Impacto de uma Relação Professor-Aluno Saudável Como…
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

Didaquê


Fique em contato com a gente

Escritório Nacional: Av. Júlio de Castilhos, 1401 Sala 501 — 95010-003 — Caxias do Sul/RS

um ministério:

TeachBeyond Brasil