7 Maneiras de Usar Música em Qualquer Sala de Aula

Diga uma coisa que pode ser incorporada à sala de aula e que contribui para aumentar a atenção, motivar o engajamento, acalmar os nervos, envolver as mentes, estimular o desenvolvimento pessoal, aumentar a conexão interpessoal e atingir as metas de aprendizado? Música! Você não precisa ser músico para usar música na sua sala de aula, e seus alunos não precisam ser músicos para aproveitar os seus benefícios! Aqui estão algumas dicas em como você pode usar a música em qualquer uma sala de aula:

  1. Para aumentar a atenção, use uma melodia predeterminada como um sinal de que está na hora de retornar à tarefa em questão, ou de recuperar a atenção da turma após um intervalo, ou discussão em pequenos grupos. Se os alunos fazem fila do lado de fora da sala antes de entrar, uma canção com chamada e resposta, junto com gestos ou movimentos corporais, pode ajudá-los a se entrarem mais concentrados e focados.
  2. Para motivar o engajamento, faça uma pausa musical depois que uma tarefa for concluída ou uma meta for atingida. Os alunos podem ouvir a música juntos como turma, aproveitar a pausa para se movimentar-se um pouco acompanhados por uma canção. Eles também podem ouvir música individualmente ou em pequenos grupos, dependendo do contexto da escola e da tecnologia disponível.
  3. Para acalmar os nervos, toque música instrumental tranquila quando os alunos estiverem entrando na sala, fazendo a transição entre tarefas ou se preparando para um teste. Essa é uma maneira de dar-lhes uma necessária pausa mental e emocional.
  4. Para envolver as mentes, incentive os alunos a comporem uma canção ou escreverem uma letra nova para uma melodia existente, que incorpore ou resuma o que estão aprendendo – dê pontos extras para o grupo que apresentar a composição para a turma! A música também pode ser uma maneira eficaz de internalizar, revisar e memorizar informações.
  5. Para estimular o desenvolvimento pessoal, peça aos alunos que usem a música para processar e expressar seus pensamentos e emoções. Isso pode ser feito escrevendo um diário enquanto eles ouvem uma música, ou eles podem compor suas próprias canções (com letra e melodia) ou podem criar  suas próprias letras para uma música já existente. Quando essa estratégia é introduzida de forma gradual e suave, os alunos começam a se sentir mais seguros para explorar sua experiência interior mais profundamente e podem estar mais conscientes de que alguém (você como professor e os colegas) os vê, os conhece e os compreende. Esse é um exercício que pode ser visto como uma tarefa de escrita criativa que pode ser incorporado como um componente curricular da  Área das Linguagens, ou pode ser usado como uma reflexão pessoal sobre algo que foi discutido na Área de Ciências Humanas ou do Ensino Religioso. Também pode ser utilizado de forma transdisciplinar. Seja criativo em como incorporar isso!
  6. Para aumentar a conexão interpessoal, peça aos alunos que compartilhem canções que representam seus antecedentes culturais ou transmitam algo que eles experimentaram ou estão experimentando. O tempo para fazer isso pode estar associado a uma data comemorativa, como uma atividade avaliativa, ou simplesmente uma tradição divertida da turma (exemplo: Segundas Musicais). Criar ou adotar uma música-tema da turma pode promover um sentimento de unidade e um senso de pertencimento. Se você, um de seus alunos, ou familiares de alunos tocarem um instrumento, considere organizar um pequeno recital ou ter um momento de música ao vivo em um evento especial da escola.
  7. Para atingir as metas de aprendizado, use a música para se conectar à área de conteúdo. Por exemplo, use o tempo das notas para praticar frações em uma aula matemática, fale sobre o design de instrumentos ou produção de som em uma aula de ciências, use ritmos para aprender palavras novas, mostre a música popular de diferentes épocas da história para explorar como a história influencia a arte e como a arte molda o espírito de uma época, ou crie uma obra de arte baseada em uma música.

A música é um presente de Deus e tem um lugar integral na experiência humana e, portanto, também pode fazer parte da experiência de aprendizado de seus alunos! Como visto nas sugestões acima, os benefícios da música não se limitam à aula de Artes ou ao entretenimento, pois também podem ser experimentados em outros componentes curriculares e ambientes educacionais – e não apenas na sala de música! Lembre-se, você não precisa ser músico para incorporar a música em sua sala de aula, e seus alunos não precisam ser músicos para colherem os seus benefícios. Escolha 1 ou 2 dessas estratégias que melhor se adequam a sua realidade, e comece a ver a música motivar, acalmar, envolver e incentivar seus alunos, cooperando para o seu crescimento e transformação!



Katie Daugherty
Equipe de Mobilização
TeachBeyond Estados Unidos

Trad. Raphael A. Haeuser

Texto original em https://www2.teachbeyond.org/article/incorporating-music-into-the-general-education-classroom

Posts recentes:

Posts relacionados:

Eventos:

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

Didaquê


Fique em contato com a gente

Escritório Nacional: Av. Júlio de Castilhos, 1401 Sala 501 — 95010-003 — Caxias do Sul/RS

um ministério:

TeachBeyond Brasil