Reflexão – O Coronavírus (COVID-19)

Você não pode escapar – pelo menos de ouvir sobre. Provavelmente você foi impactado de alguma forma. Em apenas algumas semanas, o coronavírus se tornou o tópico da conversa. Ele fechou escolas (incluindo algumas da TeachBeyond), cancelou grandes reuniões (incluindo a FarBeyond 2020), atrofiou as viagens (setor de viagens de negócios irá perder U$ 820 bilhões – Reuters), abalou o mercado de ações e liderou as manchetes em todo o mundo. As igrejas estão mudando a maneira como servem a comunhão. A barista da Starbucks me disse que não pode tocar no meu copo reutilizável (ela teve que encher um copo de papel e depois colocá-lo no meu copo). Minha mercearia local foi completamente limpa das toalhas de papel. Temos novas palavras de vocabulário, como “distanciamento social”. Se você tossir em público, certamente obterá algumas carrancas e distância. Alguém comentou que pelo menos é uma distração do drama das eleições nos EUA.

Então, como nós, como seguidores de Cristo, respondemos? Como vivemos “no mundo, mas não dele?”
O que sabemos sobre Deus que se relaciona com isso? Esse é um lugar para começar.

Primeiro, sabemos que Deus é soberano – isso significa que ele é o Senhor e governa todas as coisas e pessoas.
Pois por ele todas as coisas foram criadas, no céu e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos ou domínios, ou governantes ou autoridades – todas as coisas foram criadas através dele e para ele. E ele está diante de todas as coisas, e nele todas as coisas se mantêm unidas. Col 1: 16, 17
Ele é o senhor de nossos corpos. Ele os criou (Sl 139) e um dia os recriará em um estado glorificado (Filipenses 3: 20-21). Ele deve receber glória através deles, seja na vida ou na morte (Filipenses 1:20). Por fim, nossa vida, incluindo nossa saúde, está nas mãos de Deus. Até o COVID-19 está sob Sua autoridade.

Além disso, Deus é onipresente. Ele está presente em todo lugar. Ele é verdadeiramente global.
Provérbios 15: 3 “Os olhos do Senhor estão em todo lugar, vigiando os maus e os bons.”
Como espírito, ele não é restringido por um corpo físico. Ele está conosco, quer estejamos na China, República Tcheca ou Canadá (e países que começam com qualquer letra do alfabeto). Ele prometeu nunca nos deixar ou nos abandonar (Hebreus 3: 5). Ele se preocupa com as pessoas em todas as áreas do mundo.

Em seguida, entendemos que Deus criou um mundo perfeito, mas o pecado trouxe corrupção, doença, decadência e, finalmente, morte. Os vírus fazem parte disso. Até os crentes não são isentos. A doença é uma realidade neste mundo caído. Paulo coloca desta maneira: “Pois o pecado de um homem, Adão, fez com que a morte dominasse sobre muitos. Mas ainda maior é a maravilhosa graça de Deus e seu dom de justiça, pois todos que a receberem viverão em triunfo sobre o pecado e a morte através deste único homem, Jesus Cristo. (Romanos 4:17) Enquanto estamos neste mundo, ansiamos por nos libertar dessa corrupção. “Pois a criação foi sujeita à frustração, não por sua própria escolha, mas pela vontade de quem a submeteu, na esperança 21 de que [a] a própria criação seja libertada de seu cativeiro à decadência e trazida à liberdade e liberdade. glória dos filhos de Deus 22 Sabemos que toda a criação está gemendo como nas dores do parto até os dias atuais. 23 Não apenas isso, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, gememos interiormente, enquanto aguardamos ansiosamente nossa adoção à filiação, a redenção de nossos corpos (Romanos 820-23). A doença é um lembrete de que o mundo não é como deveria ser. Nossa salvação incluirá a restauração de nossos corpos. Essa redenção completa ainda está por vir.

Finalmente, Deus criou os humanos à Sua imagem. “Então Deus disse: ‘Façamos as pessoas à nossa imagem, para sermos como nós. Eles serão mestres em toda a vida. . . Então Deus criou as pessoas à sua própria imagem; Deus os modelou segundo a si mesmo, homem e mulher os criou. Gênesis 1:26, 27 Fundamentalmente, ser feito à imagem de Deus nos distingue do resto da criação (que foi aperfeiçoada, mas não à imagem de Deus) e como Deus. Thisimago Dei envolve ser criativo, relacional, ter escolha, ser espiritual / eterno, moral (conhecer o certo e o errado), ter inteligência / entendimento e ser capaz de apreciar a beleza.

Ok, com certeza há mais sobre Deus relacionado ao COVID-19, mas isso é um começo. Então, como podemos aplicar essas verdades à nossa situação atual? A soberania e a onipresença de Deus são uma base para a nossa CONFIANÇA. Por causa dessas coisas, podemos escolher a confiança e não o medo. Interessantemente, em Hebreus 13: 6, logo após Deus dizer: “Nunca te deixarei ou te abandonarei”, conclui o escritor: “É por isso que podemos dizer com confiança, ‘O Senhor é meu ajudante, por isso não terei medo. ” Em Mateus 10, Jesus disse a seus seguidores que Deus conhece detalhes insignificantes, como quantos pêlos existem na cabeça de alguém e se um pardal (o passarinho mais comum) cai no chão. A partir dessas ilustrações, ele conclui: “Portanto, não tenha medo, você é mais valioso para Ele do que um bando inteiro de pardais (v. 31). Alguém contou 365 ocorrências de “Não tenha medo” na Bíblia – precisamos desse lembrete diariamente. O coronavírus não pode nos separar do amor de Deus.

COVID-19 é um lembrete da fragilidade da vida neste mundo caído. Como algo tão novo e minúsculo como esse vírus microscópico pode atrair a atenção do mundo inteiro em tão pouco tempo? Às vezes é bom reconhecer nossa fraqueza e ser levado à humildade. Esse é um solo fértil para o evangelho. Que isso também seja um lembrete da oferta e promessa de Deus de uma nova vida re-armazenada em Cristo. Essa é a nossa mensagem para este mundo quebrado.

Finalmente, ser feito à imagem de Deus significa que temos razão e escolha. Isso nos leva à SABEDORIA. Ou fé / confiança não é imprudente. Não colocamos a nós mesmos ou a outras pessoas em risco prejudicar o amor protetor de Deus. Portanto, com o COVID-19, tomamos precauções sábias. Eis algumas dicas básicas: lave as mãos com frequência (pelo menos 20 segundos, com sabão e fricção). Evite tocar seu rosto. Cubra tosses e espirros. Se você estiver doente, fique em casa – não fique perto de outras pessoas. Especialmente se você estiver em um grupo de alto risco (idosos, bebês, sistema imunológico fraco, propenso a doenças respiratórias), evite grandes multidões. 

Portanto, podemos ser afetados pelo coronavírus, mas não somos controlados por ele. Deus usará isso mesmo para Sua glória e propósitos.

Mark Giebink – Diretor Global de Atendimento a Membros

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta