Guiando os Alunos Espiritualmente

Espero não perder a credibilidade com o que estou prestes a admitir, mas aí vai: não consigo guardar minha barraca adequadamente depois de acampar. Sempre que tento colocá-la de volta na bolsa, ela nunca se encaixa direito. Não tenho certeza se a bolsa encolheu ou se a barraca cresceu, mas sei que nunca consigo fazer isso direito.

Essa imagem de uma barraca escapando para fora da bolsa não parava de vir à minha mente enquanto eu considerava como conduzimos os nossos alunos espiritualmente. Não há como cobrir todo esse assunto neste texto, então, no espírito de tentar fazer minha barraca caber na bolsa, deixe-me compartilhar algumas coisas que acho que terão o maior impacto ao tentar guiar espiritualmente seus alunos.

Os Três Grandes Caminhos

Existem três disciplinas espirituais fundamentais para a nossa vida espiritual: leitura da Bíblia, oração e comunhão. Não importa qual seja o seu contexto, você deve incluir essas disciplinas ao longo do seu dia.

  1. Nunca é demais enfatizar que usar princípios bíblicos ao longo do dia pode causar um grande impacto na vida espiritual de seus alunos. Como “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil” (2Tm 3:16), se você tem o privilégio de poder usar a Bíblia abertamente, certifique-se de aproveitá-la em todas as questões curriculares e não curriculares. Mesmo se você estiver em uma situação em que o uso explícito da Bíblia não é permitido, você pode ensinar princípios bíblicos ao liderar e envolver seus alunos e por meio da maneira como você reage a eles dentro e fora da sala de aula.
  2. A oração é poderosa. Poderíamos conversar por muito tempo sobre como a oração deve ser uma parte regular de nossa vida escolar. Em alguns contextos, você pode orar pelas necessidades compartilhadas pela turma no início do dia, parar para orações espontâneas no corredor ou reservar alguns minutos no início da aula para deixar todos calmos e concentrados. Isso pode servir como exemplo de quanto valorizamos a oração. Em outros contextos, suas orações podem não ser tão visíveis assim, mas ainda existem muitas oportunidades para interceder por seus alunos; afinal, a Palavra de Deus nos ensina a “orar continuamente” (1Ts 5:17).
  3. Quando eu era estudante, adorava quando um professor terminava a aula mais cedo. Aqueles 10 ou 15 minutos extras eram bem aproveitados com um jogo. Eu jamais sugeriria eliminar as atividades recreativas favoritas dos alunos, mas e se ocasionalmente você usasse esse tempo extra para conduzir os alunos à comunhão espiritual? Se for apropriado, deixe os alunos orarem juntos ou compartilharem suas histórias bíblicas favoritas, ou talvez até mesmo criar uma atmosfera de adoração. Em ambientes mais restritos, talvez você possa levar os alunos a conversas sobre o caráter e a formação moral.

Embora vão ter outra aparência, essas três disciplinas ainda podem ser feitas no mundo atual da aprendizagem online. A chave é incluir intencionalmente a formação espiritual nos seus planos de aula.

Planos de aula

Falando em planos de aulas, um dos melhores hábitos que incluí em meu planejamento foi conectar os resultados esperados dos alunos com a lição da aula. Você pode fazer algo semelhante com os resultados esperados dos alunos da sua escola, ou talvez você possa criar algum tipo de conexão com o conteúdo da sua aula com as disciplinas espirituais mencionadas acima. Você pode definir seu próprio foco com base em seus alunos e em sua experiência. A chave é ser intencional.

Sua Caminhada Pessoal

Sua caminhada pessoal com Deus é uma parte muitas vezes esquecida da liderança espiritual de seus alunos. Deus nos ensina por meio do apóstolo Paulo: “Atente bem para a sua própria vida e para a doutrina, perseverando nesses deveres, pois, agindo assim, você salvará tanto a si mesmo quanto aos que o ouvem.” (1Tm 4:16) Sei que isso foi escrito para um jovem pastor, mas o princípio é válido — quando sua vida está onde precisa estar no Senhor, ela pode fazer uma grande diferença na caminhada espiritual de seus alunos na proporção que você tem a oportunidade de conduzi-los

Uma Observação Final

Uma última dica para encorajá-lo é observar e ouvir. Ao prestar atenção ao que está acontecendo na vida de seus alunos, você pode começar a ajustar o seu investimento espiritual às necessidades específicas deles. Reconhecer as necessidades reais de seus alunos exige tempo e esforço, mas é uma parte essencial para descobrir como ajudá-los a crescer espiritualmente.

Seus alunos precisam de você para ajudá-los a crescer. Oro para que você seja desafiado a considerar o uso de pelo menos uma dessas ideias em sua sala de aula. Que o Senhor o ajude a fazer isso bem.



Dan Bishop, D.Min.
Diretor Regional Adjunto 
TeachBeyond Europa


Texto original disponível em https://teachbeyond.org/news/2021/03/leading-students-spiritually/ 

Trad. Raphael A. Haeuser

Todas as fotos via Shutterstock.com

Publicações:

Posts recentes:

Eventos:

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

Didaquê


Fique em contato com a gente

Escritório Nacional: Av. Júlio de Castilhos, 1401 Sala 501 — 95010-003 — Caxias do Sul/RS

um ministério:

TeachBeyond Brasil